WhatsApp completa 10 anos

  • 24/02/2019
  • 0 Comentário(s)

WhatsApp completa 10 anos

Às vezes amado, às vezes odiado, o WhatsApp é um aplicativos mais usados pelo brasileiro e se tornou parte da vida cotidiana.

Lembra quando era normal comprar pacotes de SMS para mandar mensagens aos amigos e familiares? Esses dias ficaram para trás, muito por causa do WhatsApp, que conquistou o Brasil com a premissa de “mandar mensagem de graça” em uma época que elas eram pagas por envio. O aplicativo completa 10 anos neste domingo (24) como um dos mais usados pelos brasileiros.

Nesse período, ele mudou completamente a maneira como nos comunicamos e até a dinâmica do mercado de telecomunicações.

Com a chegada do smartphone e da internet móvel, foi o uso de aplicativos de mensagem como o WhatsApp que consagrou o consumo de dados em detrimento de minutos de ligação e democratizou as comunicações. Números da consultoria especializada Teleco mostram que a venda de serviços de dados corresponde a 71,4% do faturamento das operadoras de telefonia no país.

Esse número reflete a relação que o usuário tem com a internet móvel. Segundo o IBGE divulgou no final do ano passado, o país tinha 126,4 milhões de usuários de internet em 2017, o que representava 69,8% da população com 10 anos ou mais. Os dados mostram que 98% dos usuários usa o celular para acessar a internet e a principal finalidade de acesso é usar mandar e receber mensagens

De acordo com o próprio WhatsApp, o aplicativo tem mais de 120 milhões de usuários no Brasil, um dos países em que é mais forte, ao lado da Índia.

Crescimento e polêmica

Desde que foi lançado oficialmente, o aplicativo passou por várias mudanças, cresceu muito e protagonizou muitas polêmicas. Relembre algumas das principais notícias sobre o aplicativo:

2009: é criado por Brian Acton e Jan Koum

2010: recebe versão para Android

2011: são criados os grupos

2012: mensagens começam a ser criptografadas

2013: permite o envio de áudios

2014: é comprado pelo Facebook por US$ 22 bilhões

2015: bloqueado por juízes, passa por sua primeira grande polêmica no Brasil

2016: o app, que antes custava US$ 1 por ano, passa a ser gratuito

2018: lança versão para empresas e se torna parte central na comunicação política durante as eleições

2019: Com casos graves de boatos e desinformação, limita encaminhamento de mensagens e se torna tão trivial na vida das pessoas que até o presidente tem áudios vazados

De uma maneira simples de se comunicar com segurança, o WhatsApp se tornou praticamente um meio onde muitas pessoas buscam informação. Na Índia, o maior mercado do aplicativo no mundo, o problema se tornou tão grave que linchamentos e mortes foram causados por boatos que surgiram no mensageiro.

Foi por isso que o WhatsApp tomou medidas para contornar a difusãodesse tipo de informação falsa.

A preocupação também tem crescido com o uso da plataforma em campanhas políticas. Este ano, a Índia passa por eleições e o aplicativo já anunciou que vai olhar de perto para o processo e trazer maneiras de impedir que notícias falsas circulem.

Amado e odiado

Com mais de 1 bilhão de usuários, o WhatsApp é, às vezes amado, às vezes odiado.

É onde estão os grupos — da família, do trabalho ou dos amigos. É o app da paquera, que as pessoas usam “para ir de zap” e onde falam porque pelos outros “é ruim”. É o app do “bom dia”, a fonte do famoso “gemidão” e de tantos outros áudios de corrente. Mas também é o app que nos deixou conectados 24h por dia, por onde circulam correntes e notícias falsas. Para o bem e para o mal, o WhatsApp é hoje parte da vida cotidiana do brasileiro.

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Simone e Simaria

Paga De Solteiro Feliz

top2
2. Wesley Safadão

Sonhei que estava me Casando

top3
3. Thiago Brava

Dona Maria

top4
4. Anitta

Vai Malandra

top5
5. Pabllo Vittar

Corpo Sensual

Anunciantes