Conheça o aplicativo que permite fazer classificação do solo pelo celular

2

Idealizado pela Embrapa Solos em parceria com a Embrapa Informática, o SmartSolos permite que o produtor rural tenha respostas em tempo real

O aplicativo foi idealizado pela  Embrapa  Soluções em parceria com a  Embrapa Informática Agropecuária  (SP) / Foto: Climate FieldView

Um aplicativo para dispositivos móveis que produz produtos agrícolas classificados como soluções para diferentes áreas de sua fazenda. Com isso, cada talhão de propriedade poderá receber destinação adequada de acordo com o tipo de solo.

Idealizado pela  Embrapa Solos  (RJ) em parceria com a  Embrapa Informática Agropecuária  (SP), o SmartSolos permite que o produtor rural tenha uma classificação solo em tempo real. A tecnologia apresenta os resultados da resposta a dados que o produtor não possui sistema.

Após criar uma conta simples, o usuário faz, na primeira etapa, uma descrição geral de sua propriedade, carregando dados e até fotos do solo e do perfil, por exemplo. Informações como dados e localização geográfica são inseridas de maneira automática pelo sistema. No  fim  dessa fase, o produtor obtém uma classificação aproximada.

Na etapa mais detalhada, serão inseridos dados que serão analisados ​​com análises de laboratório, como características técnicas e químicas do solo. Com todas essas informações, o SmartSolos classifica até o quarto nível do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS).

Os pesquisadores Stanley Oliveira e Glauber Vaz, da Embrapa Informática Agropecuária, desenvolveram dois sistemas diferentes que atuaram na tecnologia. O primeiro, denominado “especialista”, opera segundo as regras do SiBCS e classifica o solo conforme o usuário inserir como informações solicitadas. Já o sistema denominado “inteligente” utiliza algoritmos de inteligência artificial para predizer uma classificação, mesmo na ausência de algumas informações.

A expectativa dos pesquisadores é que o aplicativo não seja apenas um classificador de solos, mas um agregador que será reutilizado em uma mesma plataforma vários aplicativos a serem usados ​​ou adaptados a dispositivos móveis. O SmartSolos pode ser capaz de adaptar uma informação de solução não apenas às tecnologias atuais, mas também às tecnologias emergentes como impressão 3D, realidade virtual, novas interações com Big Data e outros.

O foco do trabalho agora é a camada de apresentação do aplicativo, que está sendo desenvolvido em parceria com uma empresa terceirizada. “A partir dessa camada, o usuário pode interagir e usar todas as funcionalidades do aplicativo SmartSolos”, revela Luís de França, da Embrapa Solos.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY