Suposto policial agride funcionário de bar, ameaça dono com arma e é preso

9

Embriagado, um homem, identificado como A.D.O., de 45 anos, foi preso por agredir um funcionário e ameaçar o dono de um bar, no CPA 2, em Cuiabá, no início da madrugada deste domingo (3), com uma arma de fogo. Em depoimento à PM, o suspeito afirmou ser policial civil.

A polícia militar foi acionada por um funcionário de 42 anos, que também estava sendo ameaçado por A.D.O. e informou que ele estaria com uma arma de fogo. O funcionário apontou que o suspeito havia saído e retornado em um Siena vermelho, que logo depois foi localizado pelos policiais sendo conduzido por ele.

A.D.O. desobedeceu a ordem de parada, inicialmente, mas depois cumpriu o pedido e desceu do veículo.

Ao descer, ele começou a proferir palavras de baixo calão aos policiais, dizendo que não seria revistado e que seria um policial civil e, caso revistado, os PMs iriam morrer.

Somente após muita resistência que os policiais conseguiram fazer a revista e encontraram uma pistola taurus, calibre .40.

De acordo com as vítimas, o suspeito a todo momento levantava a camisa e deixava a arma na cintura à vista. Ele ameaçou um funcionário de 42 anos e o dono, que não teve sua idade revelada. A.D.O. também agrediu um funcionário de 19 anos com socos na cintura, costelas e um leve enforcamento.

Questionado quanto a qual delegacia ele trabalhava, o suspeito se negou a informar. Já na delegacia, foi realizado o contato com a autoridade de plantão para verificar a informação. No entanto, no boletim de ocorrência não há confirmação da ocupação de A.D.O. como policial civil.
Um segundo homem, W.L.E.Q., interferiu na abordagem dos policiais e desobedeceu as ordens de se afastar de A.D.O., que poderia reagir de alguma forma. Ele também foi preso e sua moto Yamaha YBR, sem placas, foi apreendida. O veículo do suposto policial também foi apreendido.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY